Bem-Estar

Transtorno bipolar e Superdotação: conheça os sintomas

Os comportamentos entre os indivíduos com transtorno bipolar e superdotação, são bastante semelhantes. No entanto, é fundamental reconhecer que esses comportamentos têm raízes distintas.  A seguir, veja o que Fabiano de Abreu Agrela, PhD em Neurociências e também, diagnosticado com superdotação, destaca sobre as semelhanças entre as condições. 

Transtorno bipolar e Superdotação
Transtorno bipolar e Superdotação

Sintomas de Transtorno bipolar e Superdotação

  • Intensidade emocional

Os dois tipos, tanto as pessoas com transtorno bipolar quanto superdotados, podem manifestar uma intensidade emocional notável. Na bipolaridade, isso se evidencia em episódios maníacos ou extremamente depressivos. No entanto, nos superdotados, essa intensidade emocional é relacionada a sinapses cerebrais mais rápidas. 

  • Criatividade 

Pessoas com transtorno bipolar, bem como superdotados, se destacam pela criatividade. O especialista destaca que na bipolaridade, os momentos de mania podem desencadear uma profusão de ideias e pensamentos associativos elevados. 

“Por outro lado, os superdotados frequentemente demonstram níveis elevados de curiosidade, além da capacidade de estabelecer conexões únicas entre conceitos, facilitadas pela eficiência de regiões cerebrais relacionadas à criatividade”, acrescenta.

  • Períodos de alta produtividade

Durante os períodos de mania ou hipomaníacos, os portadores de bipolaridade podem experimentar um gasto de energia e muita produtividade. Embora isso possa ser acompanhado de falta de direção ou conclusão de tarefas. Entretanto, os superdotados demonstram grande interesse nas atividades que os interessam. 

  • Sensibilidade

O neurocientista reforça que tanto os superdotados quanto aqueles com transtorno bipolar podem ser extremamente sensíveis a estímulos externos, experiências emocionais e estresse físico ou psicológico.

  • Dificuldades com rotinas 

Ambos precisam de auxílios para enfrentar ambientes com estruturas e rotinas tradicionais. No caso de quem possui transtorno bipolar, isso acontece por conta da instabilidade de humor. No entanto, os superdotados se sentem facilmente restringidos, ou que os ambientes não estimulam da forma correta. 

O transtorno bipolar é uma doença mental que exige tratamento, muitas vezes envolvendo medicação e terapia. Já a superdotação é uma variação natural da cognição humana. Além disso, nem todas as pessoas com transtorno bipolar são superdotadas, e nem todas as pessoas superdotadas têm transtorno bipolar. Diagnósticos precisos e apoio apropriado são essenciais em ambas as situações.

Anna Júlia Rodrigues

Graduanda em jornalismo na Universidade Feevale, com experiência em planejamentos de conteúdos digitais e redação diária. É apaixonada pela comunicação e sempre sonhou em ser jornalista. Investe tempo lendo livros, assistindo documentários e ouvindo rádio; ama gatos e moda.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *