Revista Like Magazine

Este site foi desenvolvido com uma tecnologia que este navegador não suporta.
O navegador que você está utilizando está desatualizado. Ele possui falhas de segurança e uma lista limitada de funcionalidades. Você perderá qualidade na navegação em alguns sites.


Escolha um novo Navegador e navegue com mais segurança

Estas são as últimas versões dos navegadores gratuitos mais utilizados.



O estilista da vez Carlos Bacchi

08/09/2017 / Por: Bruna Kirsch

Ele é um dos estilistas mais queridinhos do momento e que vem conquistando cada vez mais espaço com seus dois ateliers, em Caxias do Sul (onde tudo começou) e em Porto Alegre, no bairro Moinhos de Vento. Com um olhar detalhista e atento, Carlos Bacchi, de apenas 30 anos, foca na produção de vestidos de festa sob medida e principalmente de noivas, e já vem sendo procurado por noivinhas de fora do Estado. O jovem talentoso foi um dos participantes do 2º Fashion Meeting Lançamentos, que ocorreu em agosto, no Swan Tower em Novo Hamburgo, e aproveitamos para saber tudo sobre sua carreira, tendências, e ainda, para pegar várias dicas.

 

Like Magazine - Um dos teus maiores focos são as noivas, certo? Qual é o segredo para um vestido de noiva perfeito?Carlos Bacchi - É um conjunto. Primeiro vem a qualidade, o desenvolvimento da costura, decidir qual é o melhor tipo de costura para aquele tecido e para o corpo. E também os acabamentos e finalizações. Aliado a isto está o desafio de traduzir o que a noiva curte e o que ela quer, não saindo do estilo do atelier.

 

E quais são as tendências para as noivas que casam ainda este ano?
Carlos - Falar em segundo semestre é difícil, pois vestido de noiva e de festa foge um pouco da temporada. Mas, posso te dizer do atelier que fazemos 100% dos vestidos off-white para um tom mais fechado. Então branco puro eu não faço de jeito nenhum. É uma coisa que convenço as clientes porque eu não gosto. Uma das coisas que mais vejo são elementos gráficos no vestido, como listras, quadriculados, acabamentos chanfrados ou cortes chanfrados. Isso para este semestre e para o início do ano também. E vale para corte, tecido, renda, bordado...

 

E para o corte? Existem tendências?
Carlos - Este ano está rolando uma coisa mais “princesona”. Voltou aquela coisa de manga longa fechada e saia rodada. Mas o atelier tem um tipo de corte que a gente chama de semisereia, que está sendo o mais procurado. Ele tem um caimento mais fluído. Todas as noivas que estamos atendendo de fora do Estado vieram por causa deste corte.

 

O que prospecta de diferencial para os vestidos de noivas para o ano que vem?
Carlos - O que tem de novo é uma evolução do que já está rolando este ano. É a mistura de elementos geométricos e gráficos com elementos mais clássicos, como arabescos e flores.

 

Leia a reportagem completa na edição impressa da Like Magazine nº 53.


Fotos: Tiago da Rosa e Franco Rossi

Compartilhe: