- Variedades -

DICAS DE STREAMING DA LIKE MAGAZINE

19.06.2020 por Cristiano Santos

Mais do que nunca, sua casa é sua sala de cinema. Confira as dicas de séries e filmes disponíveis nas plataformas de streaming.

TODOS QUEREM BRILHAR EM HOLLYWOOD

Foto: Divulgação Netflix

Nova minissérie de Ryan Murphy e Ian Brennan, ex-colegas em Glee e The Politician, Hollywood gira em torno de um grupo de atores e diretores novatos que tentam a qualquer custo vencer na “fábrica dos sonhos” e brilhar na indústria cinematográfica do pós-Segunda Guerra Mundial. Cada personagem oferece um olhar único sobre os bastidores da Era de Ouro do Cinema Americano, jogando luz sobre as injustiças e os preconceitos de raça, gênero e sexualidade – problemas que perduram até hoje. Provocante e incisiva, Hollywood expõe a dinâmica de poder existente há décadas na indústria do entretenimento e tenta vislumbrar o que aconteceria se ela fosse rompida.

UPLOAD, UMA COMÉDIA SOBRE O FUTURO

Foto: Divulgação Prime Video

E que tal fugirmos um pouco de 2020 e irmos para 2033? Bem, este é o ano em que se passa a série Upload. Em uma sociedade altamente tecnológica, os seres humanos à beira da morte são transportados para um mundo de realidade virtual. Nathan, um dos personagens principais que está vivendo na versão digital, se apaixona por sua assistente na pós-vida. Ela, porém, está no mundo das pessoas de carne e osso, enquanto ele luta para descobrir a verdade sobre sua morte. A série foi criada por Greg Daniels, que tem no currículo Os Simpsons, The Office, Seinfeld e Saturday Night Live, e mistura comédia, futurismo e críticas sociais.

MÚSICA PARA ENFRENTAR DESAFIOS EM THE EDDY

Foto: Divulgação Netflix

O dono de um clube de jazz acaba envolvido com perigosos criminosos ao lutar para proteger seu negócio, sua banda e sua filha. Dirigida pelo vencedor do Oscar Damien Chazelle (La La Land), The Eddy é um drama de oito episódios que se passa nos vibrantes bairros multiculturais da Paris moderna. No elenco, André Holland, de Moonlight e Selma – Uma Luta pela Igualdade, como Elliot Udo, sócio de uma casa de shows, onde administra a banda liderada pela vocalista e a namorada Maja (Joanna Kulig, de Guerra Fria). Entremeado por performances dinâmicas e animadoras, a série transmite o poder da música para curar, unir e transformar o caos em beleza.

UM ENCONTRO HILÁRIO EM A MISSY ERRADA

Foto: Divulgação Netflix

A Missy Errada é uma comédia no estilo Sessão da Tarde para relaxar no momento atual. Tim Morris (David Spade, Hotel Transilvânia) conhece a garota dos sonhos. Logo a relação ganha força, turbinada pelas mensagens de texto. Animado, ele deixa a cautela de lado e a convida para uma temporada promovida por sua empresa em um resort em uma ilha. Mas quem dá as caras no aeroporto é a menina com quem teve um date do inferno. Tarde demais, ele percebe que andou trocando mensagem com a Missy errada. O elenco ainda tem Lauren Lapkus (Orange Is the New Black), Nick Swardson (Star vs.As Forças do Mal), Molly Sims (Sim, Senhor) e Sarah Chalke (Grey’s Anatomy).

DIAS SEM FIM, UM DRAMA EM ESTADO BRUTO

Foto: Divulgação Netflix

Jahkor (Ashton Sanders, Moonlight) nunca quis ser como seu pai (Jeffrey Wright, Westworld), e seu pai nunca quis ver seu filho na prisão. No entanto, de alguma forma, encontrarem-se juntos como presos parecia inevitável.
Em uma jornada de autodescoberta, Jakhor explora o mundo perigoso que os une, na esperança de ajudar seu filho recém-nascido a quebrar um ciclo quase inevitável. Um filme poderoso do co-roteirista dos Panteras Negras Joe Robert Cole e produzido por Nina Jacobson e Brad Simpson (O Povo vs. J. Simpson). No elenco, ainda, Yahya AbdulMateen II (Watchmen).

DIVIRTA-SE NAS DESCOBERTAS DE VIDA DE ANA

Foto: Divulgação Prime Video

Ana foi criada para ser famosa e bonita, mas descobre que sua vida foi sido regida pelas aparências. Esta é a história de uma adolescência tardia de quem não tem medo de se perder para se encontrar. É também uma viagem pelas várias voltas que a vida dá, mostrando a complexidade de uma jovem adulta em processo de autodescoberta. Os episódios, que circulam entre comédia e drama, são curtos, com cerca de 25 minutos, mas intensos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade