- Variedades -

Tecnologias de carro de luxo

27.08.2019 por Adair Santos

Foto: Divulgação Conhecida pela sua resistência e capacidade off-road, a Ranger ganha um reforço no pacote tecnológico que a põe no mesmo nível de carros de luxo, como o Fusion e os importados alemães. Sistema de leitura de placas e Assistente de Frenagem Autônomo com Detecção de Pedestres, dotado de radar e capaz até de evitar atropelamentos, são dois equipamentos que fazem a diferença. O melhor de tudo é que as novidades chegam neste mês de agosto sem aumento de preços, que começam em R$ 128,25 mil e vão até R$ 188,99 mil. Além disso, na linha 2020 as versões flex deixam de ser comercializadas, permanecendo apenas a motorização diesel.

Foto: Divulgação Como a picape é fabricada em Pacheco, a convite da Ford fui até Mendoza, durante o lançamento à imprensa, no final de junho, para a ''difícil'' tarefa de testar a picape e também, é claro, visitar as vinícolas, já que a cidade é uma das maiores produtoras de vinho da América Latina, atraindo muitos turistas. O test-drive não incluiu os Caracoles, as curvas da estrada que levam até Santiago do Chile, distante 363 km do outro lado da Cordilheira dos Andes, mas mesmo assim permitiu avaliartodas as suas novidades.

Foto: Divulgação

A reestilização foi leve, concentrando-se na frente, principalmente na grade e nos faróis, agora dotados de luzes diurnas em led. Ao volante, mantém os níveis de conforto. Em nome da dirigibilidade, a suspensão recebeu modificações em 40 itens. O powertrain não mudou e segue composto pelo motor Duratorq 3.2 de cinco cilindros, com 200 cv e 47,9 kgfm de torque, e pelo câmbio automático de 6 marchas. Nas versões de entrada também há o 2.2 turbodiesel de 160 cv e 39,2 kgfm, que pode estar acoplado tanto à transmissão automática quanto à manual, também de 6 velocidades.

Todas as configurações vêm de série com o AdvanceTrac, formado pelo controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, controle automático de descida, assistência de frenagem de emergência, luzes de emergência em frenagens bruscas, controle de oscilação de reboque e os sistemas anticapotagem e controle adaptativo de carga, além de diferencial traseiro blocante eletrônico. Em resumo: ao motorista, basta dirigir, pois a Ranger faz o resto – não importando as condições das estradas em seu caminho.

Publicidade
Publicidade
Publicidade