- Turismo -

A TEMPORADA DAS BALEIAS FRANCAS NA PRAIA DO ROSA

11.08.2020 por Bruna Kirsch

Elas são as estrelas durante alguns meses de inverno e de primavera na Praia do Rosa e podem ser facilmente avistadas da costa.

Foto: Adobe Stock Sim, estamos falando das famosas baleias francas. Segundo a bióloga marinha Gabriela Godinho, 34 anos, que é pesquisadora do Instituto Baleia Franca, educadora ambiental e coordenadora do programa de monitoramento das Baleias Francas, esta espécie permanece na região de Santa Catarina entre julho e meados de novembro. “ Elas chegam para a sua temporada reprodutiva buscando águas com temperaturas mais altas do que a área de alimentação. Procuram áreas calmas para reprodução, amamentação e proteção de seus predadores, como orcas e tubarões”, explica.

A concentração da espécie está dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) da Baleia Franca, que possui 170 quilômetros de costa, desde Lagoinha do Leste, ao Sul da ilha de Florianópolis, até Balneário Rincão, quase divisa com o Rio Grande do Sul. “Porém, as praias com maior abundância estão nos municípios de Garopaba, Imbituba e Laguna”, afirma.

Do ponto de vista humano, elas não poderiam fazer uma escolha melhor. De fato, as praias catarinenses possuem belezas naturais únicas. Uma das preferidas (dos turistas e das baleias) é a Praia do Rosa, que possui um charme especial em qualquer época do ano, contando com hotéis e pousadas convidativos e requintados.

Na temporada das baleias francas deste ano, talvez os tradicionais passeios de observação dos mamíferos não ocorram em função das regras de distanciamento social impostos pela pandemia da Covid-19, mas isto
não quer dizer que você não possa observá-las do conforto do seu hotel. Que tal?

PARA AVISTÁ-LAS
As baleias chegam ao litoral de Santa Catarina para se reproduzirem e para terem seus filhotes, portanto, são dois grupos possíveis de serem avistados. “No início da temporada, as baleias ainda podem estar grávidas e, após, com os filhotes para amamentação, visando fortificá-los antes da viagem de migração para a área de alimentação dos adultos”, explica a bióloga marinha. Porém, Gabriela atenta que cada temporada é totalmente diferente da outra. “Não são os mesmos animais que nos visitam todos os anos. As fêmeas que vêm para procriar têm um intervalo de três anos entre a reprodução e a próxima cria, e os machos que vieram para a reprodução podem ser vistos no ano seguinte, ou não”, aponta. Gabriela menciona que as fêmeas têm somente um filhote por vez, então, é comum que os animais sejam avistados em duplas, sendo a mãe e um filhote.

A especialista indica que dias claros e com menor intensidade de vento são mais propícios para avistá-las. “Isso faz com que as águas do mar fiquem mais calmas, facilitando a visualização das baleias.”

A ESPÉCIE
Segundo a bióloga marinha, a baleia franca (Eubalaena australis), é uma espécie muito particular e um pouco diferente do que estamos acostumados a ter em mente como características de uma baleia. “O animal é preto, com manchas brancas no ventre. Sua cabeça é muito grande, sendo quase 1/3 do corpo do animal. A baleia franca tem a boca extremante côncava, dando a impressão de estar sempre sorrindo”, explica Gabriela.

Outra diferença bem marcante da espécie, de acordo com a bióloga marinha, é o borrifo em forma de V: “O borrifo é a respiração das baleias. Quando elas soltam todo o ar dos pulmões, esse ar, que é quente, encontra com a água do mar, que é fria, então o que observamos é a junção desses dois elementos formando gotículas de água ou vapor. Nas francas o borrifo lembra a letra V e pode chegar de 5 a 8 metros”. Gabriela ainda aponta que, na espécie, a nadadeira peitoral tem a forma trapezoidal, que é relativamente pequena em comparação ao restante do corpo. Além disso, as francas não possuem nadadeira dorsal. “Já a sua cauda chama a atenção, podendo chegar a mais de quatro metros”, diz.

INSTITUTO BALEIA FRANCA


Foto: Adobe Stock O Instituto Baleia Franca é uma instituição sem fins lucrativos, de natureza científica e educacional, criada em outubro de 2001 durante a reunião anual do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica - Unesco. Tem como missão atingir por meio da ciência, arte e educação, a conservação da baleia franca, a melhoria da qualidade de vida das pessoas e a conservação dos recursos naturais marinhos e terrestres. “Para atingir os objetivos, os esforços do IBF têm se voltado para a educação ambiental, pesquisas locais, turismo ecológico e para a divulgação e informação de tudo que é produzido”, conta Gabriela Godinho, que começou a trabalhar na instituição em 2009 como estagiária. Para saber mais, acesse o Instagram @institutobaleiafranca e o Facebook /InstitutoBaleiaFranca.

CURIOSIDADES:

• As baleias francas chamam a atenção pelo tamanho: as fêmeas podem chegar até 17 ou 18 metros e os machos a cerca de 15 a 16 metros, pesando cerca de 60 toneladas e 45 toneladas, respectivamente.

• Os animais vivem, aproximadamente, de 70 a 80 anos.

• A baleia possui uma grande camada de gordura no corpo, podendo chegar a 40cm em alguns pontos. “Esse era o principal foco da sua caça no passado. Sua gordura era derretida, transformada em óleo e usada na construção civil”, afirma a bióloga marinha.

• A última baleia caçada no litoral catarinense foi em 1973 e, após isso, sua aparição tornou-se muito rara,

• Na cabeça das francas é possível observar diversos pontos brancos, que parecem conchas, mas são ciamídeos, que se alojam nas calosidades do animal. Eles passam das mães para os filhotes ainda pequenos. “São como a impressão digital da baleia pois formam desenhos únicos em cada indivíduo”, aponta Gabriela.

ONDE FICAR NA PRAIA DO ROSA

Conheça três opções para você aproveitar melhor sua experiência durante a temporada das baleias francas:

SOLAR MIRADOR

Foto: Divulgação Situado em uma área de 1,8 hectares de mata nativa, o Solar Mirador é uma verdadeira experiência em hospedagem. Debruçado sobre a Lagoa do Meio e com vista de 180 graus da Praia do Rosa, o hotel oferece estrutura de resort & spa, fazendo da estadia uma vivência que vai além da alta temporada de verão. Ao transitarem pelas dependências do hotel, os hóspedes percorrem lindos caminhos de pedra cercados pela Mata Atlântica onde é comum encontrarem animais silvestres, como tucanos e pássaros de variadas espécies. Para ir à praia, uma trilha exclusiva por dentro da propriedade leva à encosta da Lagoa do Meio, onde é possível embarcar em um tranquilo passeio de canoa até a beira do mar (o barqueiro também auxilia as famílias e casais a encontrarem o local ideal para curtirem o mar, com cadeiras e guarda-sóis oferecidos pelo hotel). A proprietária do Solar Mirador, Suzana Deutrich afirma que a sofisticação dos ambientes, decorados com peculiaridades únicas e exclusivas, e o atendimento de excelência são os principais elogios dos hospedes. E já que a vista do hotel é completa, assistir o passear das baleias também está entre as atrações mais fantásticas da hospedagem. Para saber mais acesse @solarmirador.

ESTRUTURA
Foto: Divulgação Mantendo a exclusividade, o hotel tem apenas 11 suítes e um bangalô lua de mel. As acomodações contam com roupas de cama e roupões de fio egípcio, amenities L’Occitane, ducha a gás, varanda com rede e outras comodidades, sendo que algumas acompanham jacuzzi privativa. E tudo, é claro, com a vista do mar. Honrando a categoria de spa, o Solar Mirador é a única hospedagem da região que oferece um complexo de lazer completo, com piscina térmica semiolímpica, um charmoso jardim de inverno, sauna úmida e seca e jacuzzi com cromoterapia (uma coberta e outra com vista para o mar). Para completar o pacote de exclusividades, a estrutura conta ainda com: gazebo de massagens, academia completa, sala de jogos, lounge de leitura e lareira, piscina ao ar livre e deck com espreguiçadeiras.O Restaurante Mirador também chama a atenção pela originalidade dos pratos. Possui cardápio variado e oferece opções de carnes, frutos do mar, massas, drinks, vinhos e espumantes de alta qualidade. Todas as mesas possuem vista para o mar.

FAZENDA VERDE

Foto: Divulgação Uma experiência para quem realmente gosta de praia e natureza, a Fazenda Verde oferece aos seus hóspedes alguns privilégios. São mais de 40 mil metros quadrados de área verde preservada, no local mais nobre da Praia do Rosa: na beira do mar e da Lagoa do Meio. Os chalés de hospedagem são dispostos em meio à vegetação nativa da região e os viajantes possuem acesso exclusivo ao mar, através de portão com senha.

A Fazenda Verde funciona durante todo o ano e atrai tanto os amantes de praia e verão, como também o público que adora curtir o clima de inverno do Rosa. Entre julho e novembro, ainda é possível ver dos chalés e dos ambientes comuns da pousada um show à parte das baleias francas, que chegam à baía para terem seus filhotes. A avistagem é fácil, já que as gigantes se aproximam bastante da beira. Além de uma estrutura focada no total conforto e praticidade dos hóspedes, o local ainda dispõe de uma equipe treinada para dar todo o carinho e suporte necessário para tornar a experiência inesquecível. Acesse o Instagram @fazendaverdepraiadorosa e saiba mais.

ESTRUTURA
Foto: Divulgação Priorizando conforto e privacidade, a pousada dispõe de 21 chalés completos para que o visitante experimente uma hospedagem em uma verdadeira “casa na praia”. As unidades, de um até três quartos, são distribuídas preservando a vegetação nativa da região, garantindo, assim, um bloqueio natural e o distanciamento necessário para desfrutar de tranquilidade em meio à natureza. A pousada possui também piscina aquecida com ofurô, estacionamento para hóspedes, terreno plano na beira do mar, deck com opções de restaurantes e quadra de padel. Além de não ter restrição com crianças, a Fazenda Verde ainda é pet friendly, para que o seu melhor amigo possa viajar junto. Outro destaque é que o complexo oferece espaço completo para eventos e, hoje, é referência na realização de Destination Wedding na Praia do Rosa, oferecendo estrutura estrategicamente pensada para garantir um evento de sucesso, independentemente da condição climática.

POUSADA RÊMORA

Foto: Divulgação Uma experiência única, para quem não abre mão de exclusividade e conforto na Praia do Rosa. A Pousada Rêmora é uma das mais desejadas por quem vai ao Rosa e foi planejada para receber hóspedes em todas as estações do ano. O destaque vai para a belíssima piscina com borda infinita aquecida ao ar livre, que possibilita uma vista panorâmica do mar. Ela se qualifica como um verdadeiro refúgio para os casais apaixonados que procuram sossego. Veja mais no Instagram @pousadaremora.

ESTRUTURA
Foto: Divulgação A pousada conta com 20 suítes, todas com vista para o mar, em cinco categorias: suíte máster, suíte máster plus, suíte grand máster, suíte premium e suíte passion. Todas são requintadas e oferecem alto padrão de roupas de cama e banho de fio egípcio, jacuzzi dupla, entre outras comodidades. Além da piscina com borda infinita aquecida, a pousada conta ainda com um Centro de Bem-estar, com sauna seca e úmida agregada ao jetpool spa. Ainda fazem parte de sua estrutura uma academia, um mirante com vista da região e um delicioso bistrô exclusivo para os hóspedes.

Publicidade
Publicidade
Publicidade