- Decoração -

Tendência atual na decoração: Consciência ambiental & Design sensorial

19.08.2019 por Taila Rheinheimer Schmidt

A tendência atual na decoração desafia os profissionais da arquitetura e design a pensarem de dentro para fora. São mudanças e conexões que surgem e transformam o entorno das pessoas, que no meio de tanta tecnologia e agilidade, procuram para seus lares itens e espaços que tragam um certo “conforto afetivo”. Por isso, questões como afetividade, consciência ambiental e design sensorial se fazem cada vez mais presentes. São três as vertentes do momento e que estão presentes nos projetos a seguir, quando o assunto é tendência - decoração democrática (pautada por design sustentável, custo, beleza, funcionalidade e qualidade), decoração aberta (não existe casa pronta, elas estão em constante mudança) e decoração em tempo real (as pessoas querem viver o tempo real das coisas, querem ter a casa como espaço espiritual)

• TOQUE HANDMADE •

Foto: Eduardo Macarios

A arquiteta Viviane Tabalipa exalta a essência e as raízes brasileiras no projeto deste café. Com uma proposta inovadora, o espaço atua como um coworking para os visitantes. Com inspiração nos clubes café, que são uma tendência em grandes cidades como São Paulo, Londres, Berlim e Amsterdã, o ambiente possui espaços acolhedores e descontraídos para a degustação de cafés, vinhos e pratos. O toque de brasilidade aparece em diversos elementos como no papel de parede com grandes folhas, que remete a mata tropical e nos pendentes em corda e cesto, que trazem as origens do interior do País. As cores trabalhadas no ambiente criam uma atmosfera tropical, com tons de verde e alaranjado. O mobiliário em madeira, corda e tricô reafirmam a identidade do café.

O CRESCIMENTO DA CRIANÇA

Foto: VIVIANE SONNENSTRAHL

A arquiteta Amanda Godofredo Ohpis assina este quarto de bebê, um espaço de 36 m², inspirado nos conceitos da arquitetura contemporânea. Com o objetivo de acompanhar a criança em suas diferentes fases, o projeto é dividido em dois ambientes. O primeiro com uma área para brincar com balanço e uma árvore seca. Já no segundo, uma área para descanso com berço e carpete. Os grandes destaques do ambiente são a cômoda em formato de casinha, que traz um ar lúdico, e as borboletas em 3D feitas em acrílico, além da pintura do artista Danilo Sanches.

• LINHAS SIMPLES E SÓBRIAS •

Foto: Eduardo Macarios

Com conceito escandinavo, o projeto realizado em homenagem ao jovem Pedro Henrique Cunha Muricy, filho da influenciadora digital Fabbi Cunha, esta suíte de um menino prima pela simplicidade visual, oferecendo conforto e aconchego. As designers de interiores Monica Pajewski e Renata Fraidg projetaram o espaço de 35 m² com móveis de linhas simples e sóbrias no estilo minimalista. O grande destaque está na releitura da casa da árvore: o mezanino revestido de madeira natural, com rede no piso, localizado no piso superior, onde as crianças podem explorar a imaginação com brincadeiras lúdicas, livros e filmes. Logo embaixo há uma casa pensada para os pequenos e outra para um cãozinho, além de balanço, quadro negro e mesinha de madeira para atividades.

• MOMENTO DA TRANSIÇÃO •

Foto: Eduardo Macarios

A arquiteta e designer de interiores Tininha Giglio projetou esta suíte para uma menina de personalidade alegre, conectada às tendências, criativa, e repleta de amigos e de hobbies. Com 36 m² o espaço recebeu um mix de elementos modernos e tradicionais. O painel estampado localizado atrás da cama é a menina dos olhos do ambiente. Pensando no hobby da menina que gosta de gravar vídeos, a profissional inseriu o painel de marcenaria com perfil de led embutido. Outros elementos que tornam o espaço extremamente original são o piso em espinha de peixe.

• TEXTURA •

Foto: Eduardo Macarios

Esta ampla suíte de 80 m² projetada pelo arquiteto André Bertolucci faz parte do Residencial Família Sênior. Com o objetivo de ser um espaço agradável e intimista, a suíte reúne detalhes modernos e diferentes texturas com um mobiliário contemporâneo, destacando-se como um ambiente acolhedor e vanguardista. As principais tendências apresentadas são o uso abundante de madeiras em forma de painéis e forros com perfis de led.

• OÁSIS URBANO •

Foto: Eduardo Macarios

Assinado pelos paisagistas Beto Lemos, Nadia Bentz e Vanderlan Farias, o Sky Garden é um oásis urbano. A proposta é um jardim útil que estimula a interação não somente com a natureza, mas também o convívio social. O objetivo é transmitir a sensação de estar em um jardim com “cara de casa”, em meio ao caos urbano. Os profissionais transformam o espaço estreito e reservado em um local aconchegante. As vegetações altas, a parede verde e os vasos são funcionais e otimizam os 85 m².

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade